Faculdade FINOM


  • Abril - 2017
    D
    S
    T
    Q
    Q
    S
    S
               
    1
    2
    3
    4
    5
    6
    7
    8
    9
    10
    11
    12
    13
    14
    15
    16
    17
    18
    19
    20
    21
    22
    23
    24
    25
    26
    27
    28
    29
    30            
    03 a 05 - Provas bimestrais
    13 e 14 - Semana Santa
    17 - Início do 2º Bimestre
    20 - Sábado letivo
    21 - Feriado de Tiradentes
    28 - PAEFI

    29 - Sábado letivo

    :: calendário 1º semestre PRESENCIAL :: calendário 2º semestre PRESENCIAL :: calendário 1º semestre EAD/POS :: calendário 2º semestre EAD/POS
Responsabilidade Social é na FINOM


FACULDADE TECSOMA
Universia do Brasil

Acadêmicos da Finom fazem visita técnica na Usina Hidrelétrica de Itaipu




Acadêmicos de Paracatu e Patos de Minas estiveram também no Parque Nacional de Iguazú, na Argentina e Ciudad Del Este, no Paraguai

No mês de março, os alunos do curso de Engenharia Elétrica da Faculdade Finom – Campus Paracatu e Campus Patos de Minas, participaram de uma visita técnica que contemplou os seguintes locais: instalações da Usina Hidrelétrica Binacional de Itaipu, Parque Nacional Iguazú na Argentina e Ciudad Del Este no Paraguai.

A realização da visita técnica foi uma iniciativa do Prof. Esp. Márcio da Silva Fernandes, e teve como objetivo o encontro do acadêmico com o universo profissional, proporcionando aos participantes uma formação mais ampla.  Visitar as áreas de um empreendimento permite aos acadêmicos relacionar os conhecimentos teóricos e práticos recebidos no contexto escolar aos conhecimentos práticos da realidade empresarial.

“A realização destas visitas é de extrema relevância para os alunos da graduação. Nelas é possível observar o ambiente real de uma organização em pleno funcionamento, além de ser possível verificar sua dinâmica, a organização e todos os fatores teóricos e técnicos implícitos e explícitos no ambiente observado”, afirmou o Prof. Márcio, que também é coordenador do curso de Engenharia Elétrica.

Ao realizar esta visita, os acadêmicos puderam visualizar as aplicações de teorias e práticas sobre redes de energia, sistemas integrados de controle, geração de energia, máquinas elétricas, análise de sistemas elétricos, distribuição de energia da administração e do ambiente necessário para controlar a geração e transmissão de energia, ainda mais se tratando da maior usina hidrelétrica do mundo e desenvolvida por brasileiros.

Durante a visita técnica foram constatados os seguintes fatos:
•    A Usina Hidrelétrica de Itaipu é um empreendimento pertencente ao Brasil e ao Paraguai, e foi construída para realizar o aproveitamento hidrelétrico dos recursos hídricos do rio Paraná, pertencente em condomínio aos dois países, na área que se estende do Salto Grande de Sete Quedas até a Foz do Rio Iguaçu.

•    O tratado de construção da Usina Hidrelétrica de Itaipu estabelece que a energia produzida seja dividida igualmente entre os dois países, possuindo cada um o direito de adquirir a energia que não foi utilizada pelo outro para seu próprio consumo.

•    Em 1984 entra em operação a primeira unidade geradora de energia da usina. 7 anos depois, em abril de 1991, foi colocado em operação a 18° máquina, e assim foi atingida a capacidade de geração de 12600 MW de energia. No final de 2006 foram instaladas duas unidades adicionais de geração de energia com capacidade de produção de 700 MW cada, o que elevou a potência instalada em Itaipu para 14000 MW, o limite de sua capacidade.

•    90% da energia de Itaipu é consumida no Brasil e o Paraguai consome apenas 10%. A energia de Itaipu representa 17% do total consumido no Brasil.

•    A Itaipu, além de ser uma moderna e eficiente planta industrial, que supre uma parcela significativa da demanda elétrica do Brasil, e quase a totalidade da demanda paraguaia, também desenvolve um conjunto de programas e de ações para promover diretamente o desenvolvimento autossustentável em ambos os países, especialmente nas comunidades regionais.

•    Pode-se perceber também o impacto social e econômico gerado na região. A cidade de Foz do Iguaçu tinha cerca de 30.000 habitantes antes da construção da usina e hoje tem mais de 300.000 habitantes. Da mesma forma foi observado um crescimento econômico no município de Cidad del Este, no Paraguai.

•    Uma universidade está sendo construída dentro da área da usina, com objetivo de contribuir para o desenvolvimento tecnológico, cultural e social da região. As vagas nesses cursos serão divididas igualmente para brasileiros e paraguaios.

O nome Itaipu significa “pedra que canta” na língua tupi-guarani, nome escolhido pelo fato da existência de uma pequena ilha de pedra no ponto onde foi construído a Usina, cuja passagem da água produzia um som típico de um assobio.

•    A empresa Furnas Energia é uma a Subestação de Foz do Iguaçu e é responsável pela conversão e transmissão da energia elétrica produzida em Itaipu.

•    As Cataratas do Iguaçu fortaleceram significativamente o turismo da região, atraindo pessoas de várias partes do mundo. As cataratas se formam em um ponto onde o rio Iguaçu entra em um Cânion, resultado da ação da erosão das águas do mesmo sobre as camadas de rocha basálticas.

•    O rio Iguaçu nasce na Serra do Mar, próxima à cidade de Curitiba, percorrendo todo o estado do Paraná através de 1320 km em direção ao oeste até encontrar com o rio Paraná na fronteira com a Argentina, Paraguai e Brasil (Marco das Três Fronteiras).

•    As quedas d’água, cujo número varia de 150 a 270, de acordo com as estações seca e chuvosa. Na época das cheias pode chegar a uma vazão de 6500 m³/s de água. Na ocasião da visita o guia informou que o rio Iguaçu estava com uma vazão de 1040 m³/s.

Por: Professor Especialista Márcio da Silva Fernandes.
 
FINOM
 
 
Abrir Galeria
 
Abrir Galeria
 
Abrir Galeria
Galeria de Fotos
Confira todas as fotos

Saiba Mais

Enade é tema principal de encontro de Professores Conteudistas e Tutores Presenciais da Faculdade Finom

Coordenadores e Professores da Finom participam de roda vocacional com os alunos do Colégio Dom Elizeu

Faculdade Finom é parceira na arrecadação de produtos para o Lar São Vicente de Paulo

NAP realiza seminário com representantes de turma da Faculdade Finom

Todas as notícias

Início   |  Instalações  | Estrutura Organizacional  |  Histórico  |  Vestibular  |  Trabalhe Conosco  |  Aluno  |  Fale Conosco

FINOM - Faculdade do Noroeste de Minas - Rodovia MG 188 - Km 167 - Bairro Fazendinha - Paracatu/MG - CEP: 38.600-000
Caixa Postal: 201 - Telefax: (38) 3311-2000 - E-mail: finom@finom.edu.br


Compatível com: Internet Explorer 7 ou superior - Mozilla Firefox

Faculdade FINOM Faculdade FINOM FINOM Patos de Minas Home Finom Patos de Minas
LiveZilla Live Chat Software